Atemóia, algumas dicas de cultivo desta deliciosa fruta exótica

A fruta atemoia (Annona atemoia):

A atemoia é uma frutífera híbrida e exótica obtida através do cruzamento de 2 frutas já muito conhecidas por nós: a pinha (Annona squamosa) que á nativa da América Central com a cherimóia (Annona cherimola) que é nativa da região dos Andes.

Esse cruzamento foi realizado na África do Sul e Israel e como resultado surgiu esta maravilhosa fruta de tamanho maior, com menos sementes e qualidade muito superior ao de suas plantas-mãe.

atemoia

Os frutos da Atemóia são consumidos principalmente in natura como frutas de mesa e sua polpa tem sabor doce, não farináceo e muito agradável. Eles levam de 4 a 6 meses para amadurecem, após fecundados.

As sementes de atemóia são férteis e podem ser plantadas porém o método de propagação utilizado para manter as características da planta e principalmente dos frutos é a enxertia.

Ou seja, você até pode plantar a sua atemóia de semente mas não é garantido que o fruto saia igual ao da planta-mãe, devido a origem híbrida desta fruta.

Atemoia, dicas de cultivo orgânico

Gravei este vídeo para esclarecer uma dúvida sobre o cultivo da atemoia, especialmente sobre uma lagarta que come as flores fazendo com que os frutos não liguem. Confira a pergunta:

“O que faço para evitar bichos em meu pé de atemoia? Pergunto isso pois a planta está com frutas mas aparece uma lagarta e faz com que os frutos não amadureçam.” (Wender Sousa – Youtube) 

 

O que acontece no caso da pergunta do amigo Wender é que a planta dele está sendo atacada por um tipo de inseto. Se a sua planta também passa por um problema semelhante você pode optar pelo tratamento químico ou orgânico, que é o que recomendo.

Uma alternativa orgânica e efeciente para repelir os insetos que atacam os pomares domésticos é plantar coentro, pois este é um excelente repelente de insetos e ácaros que atacam as plantas. Outra planta de faz a mesma função é o neem.

Espero ter contribuído um pouco mais com seu conhecimento sobre esta frutífera deliciosa.

2 Comentários


    1. Oi amiga! Muito grato pelo comentário. Fico a disposição! Um abraço!

      Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *